[RESENHAS CÁUSTICAS] MORE THAN THE X ON OUR HANDS

[RESENHAS CÁUSTICAS] MORE THAN THE X ON OUR HANDS – A WORLDWIDE STRAIGHT EDGE COMPILATION (2000) Commitment Records

 

Box set dividido em 6 vinis 7″, sob a iniciativa de Robert Voogt, responsável pelo grandioso selo holandês Commitment Records. Uma curiosidade deste selo é que todos os seus lançamentos foram no formato de vinil 7 polegadas.

O box reúne 41 sons, de 41 bandas straight edges, de 41 países diferentes ao redor do mundo. Em sua maioria, o som é focado no hardcore old school, estilo característico do selo. As letras abordam temas diversos, não se limitando a falar apenas sobre viver livre de drogas, conforme o título da coletânea sugere. Acompanha um livreto de 52 páginas com um texto do Robert sobre o movimento sxe, sua visão pessoal, a história (incluindo também um trecho de Ian Mackaye – vocalista do Minor Threat), a relação com o vegetarianismo/veganismo a partir de bandas do final dos anos 80 e começo de 90 e a motivação de criar esse material. A inspiração veio de relatórios da cena de diversos países, publicados no fanzine International Straight Edge Bulletin de Yann Boisleve. Além de letras, fotos e textos, ainda acompanha a ficha técnica de cada banda.

Entre as bandas mais conhecidas, temos aqui Strength Approach (Itália), New Winds (Portugal), Good Clean Fun (EUA), The Geeks (Coréia do Sul), One More (Bélgica), Vitamin X (Holanda), Feud (Filipinas), Fuerza De Voluntad (Chile), Púrpura (Uruguai), Vieja Escuela (Argentina) e o primeiro registro em vinil de um som do Inspire aqui do Brasil.

Consegui minha cópia direto com o baterista do Inspire, o @lucianojuliatto, pois o mesmo distribuía materiais com o seu selo Good Intentions. Para quem tiver curiosidade, esta compilação está disponível para audição em commitmentrecords.bandcamp.com, além de todos os lançamentos do selo. E vocês, o que acharam da iniciativa de lançar esse material?

 

[NEM MAIS UM GOLE] – Entrevista com Andreza Poitena

Andreza, 43 anos, é entre outras coisas, punk, anarquista e autodidata. Abandonou o futebol profissional pelo universo que o punk lhe proporcionava, montou e monta bandas, espaços subversivos, subverte a […]

Leia Mais

[NEM MAIS UM GOLE] – Entrevista com Cibele Minder

Meu nome é Cibele Minder, tenho 32 anos, sou uma sapatão de São José dos Campos, mas vivo atualmente na capital $P. Trabalho como luthier, consertando e construindo instrumentos de […]

Leia Mais

[NEM MAIS UM GOLE] – Entrevista com Carol Rocha

Carol Rocha, 28 anos, vegan e straight edge, bissexual. Diagramadora, às vezes ilustradora, ex-baixista e agora vocalista da Gulabi. Metaleira que ama kpop e odeia metaleiro.     Leo Cucatti: […]

Leia Mais

[NEM MAIS UM GOLE] – Entrevista com July Salazar

Olá, meu nome é July Salazar, tenho 30 anos, vivo em Lima, Peru, sou graduada em administração e negócios internacionais, trabalho em um provedor de suprimentos abrangente, tenho uma banda […]

Leia Mais

[NEM MAIS UM GOLE] – Entrevista com Leo Mesquita

Trabalhador comum brasileiro tentando sobreviver. Guitarrista e vocalista da banda Surra. Vegan sXe sem ilusões de um mundo perfeito. Já passou meses sem lavar o cabelo.   Leo Cucatti: Quando […]

Leia Mais

[RESENHAS CÁUSTICAS] MORE THAN THE X ON OUR HANDS

[RESENHAS CÁUSTICAS] MORE THAN THE X ON OUR HANDS – A WORLDWIDE STRAIGHT EDGE COMPILATION (2000) Commitment Records   Box set dividido em 6 vinis 7″, sob a iniciativa de […]

Leia Mais