Dhyego xinxilah

Por trás das lentes de Dhyego Xinxilah

Cliques marginais e talentosos, conhecemos um pouco mais sobre a trajetória de um dos melhores fotógrafos do Brasil, trocamos uma ideia com o Dhyego Xinxilah.

INSIDE A5: Como começou seu interesse por fotografia? Conte nos como foi seu inicio …
Dhyego Xinxilah: Meu interesse de início era fazer registros dos roles de skate, tanto meu quanto dos amigos, isso por volta de 2012, que foi quando comprei minha primeira câmera, já em 2013, se não me engano, recebi o convite pra ajudar a fotografar a Verdurada, no finado Castelo Fora do Eixo em Sorocaba e foi aí que o real interesse pela fotografia surgiu, junto com a oportunidade de estar sempre registrando bandas.

INSIDE A5: O que soma mais na hora de fazer boas fotos? Ter um bom equipamento ou boas experiências?
Dhyego Xinxilah: Mano, equipamento bom ajuda e muito, mas experiências e vivências acredito que te dá uma visão ainda mais ampla daquilo que você deseja alcançar.

INSIDE A5: Você tem feito alguns registros de vídeos, nos conte mais sobre…
Dhyego Xinxilah: Fazer vídeo clipe tem sido uma experiência bacana e nova, mesmo não sendo super produções, eu tenho ficado bem satisfeito com os resultados de cada trabalho .

INSIDE A5: O que você mais curte fotografar? Existe algum trabalho que gostaria de fazer?
Dhyego Xinxilah: Desde o meu início na fotografia eu venho registrando bandas e shows, é oque eu mais gosto de fotografar, porém  tenho me aventurado bastante  em outros tipos de registro ultimamente, futuramente quero poder realizar mais trabalhos diferentes além de shows e eventos desse tipo.

INSIDE A5: Quais são as maiores dificuldades da profissão? O que você aconselha para quem está começando?
Dhyego Xinxilah: Acho que a maior dificuldade é a questão monetária, não só na fotografia independente, mas em qualquer meio independente, para quem tá começando, o conselho que dou é o mesmo que me falavam quando comecei, estude bastante e pratique ainda mais sem desanimar.

INSIDE A5: Como é ser fotografo na era das câmeras de celulares com qualidades absurdas de imagem? 
Dhyego Xinxilah: É nos dias de hoje tem alguns celulares que são ótimos em fazer fotos e vídeos, mas uma boa foto não se faz só com equipamentos não, o diferencial é a visão da pessoa que tá fazendo a foto em si, a diferença é que o(a) fotógraf@ tá ali exercendo um trabalho, em um show por exemplo, ele tá ali pra capturar o momento e acaba nem prestando a atenção no show em si (rs).

INSIDE A5: Quais fotógraf@s você acompanha ou se inspira? 
Dhyego Xinxilah: Eu acompanho o trabalho e admiro bastante do Luringa, Georgia Bravo , Wander Willian (quando atuava na área), Camila Cara, Chris Justino, Juliana Bastos, Mayara Vieira, Valmir Dacil, Pedro Henrique (PH), Erick Rafael (Ear2), entre outros profissionais da área.

INSIDE A5: Quais os próximos planos para atingir? 
Dhyego Xinxilah: Os plano é trabalhar ainda mais com fotografia e vídeo e poder viver e me dedicar ainda mais a essa profissão.

INSIDE A5: Considerações finais …
Dhyego Xinxilah: Queria deixar aquele salve pra todo mundo que acompanha e gosta do meu trabalho e agradecer ao Inside A5 pela oportunidade de realizar essa entrevista.
Obs: fé na caminhada e fogo nos racistas e nos fascistas!

———————————————————————————————————

Acompanhe o trabalho do Xinxilah nas redes!

[FAIXA A FAIXA] Eskrota – T3RROR

  O T3RROR é um álbum filho da pandemia, quando a banda estava parada e apenas compondo à distância. A ideia de fazer um álbum sobre filmes de terror não […]

Leia Mais

[RESENHAS CÁUSTICAS] PRESTO? – S/T (1999)

O hardcore em São Paulo nos anos 90 tem bastante importância e relevância até os dias de hoje. De nomes a Againe e Small Talk passando por No Violence, Paura […]

Leia Mais

[RESENHAS CÁUSTICAS] Bad Brains – Live at CBGB 1982

A 1ª onda do hardcore americano nos trouxe bandas que são influentes até hoje. Citemos nomes como Teen Idles, Black Flag, Circle Jerks e MDC. E uma das pioneiras da […]

Leia Mais

[RESENHA] Losing Touch – Nosedive

Após um hiato de 2 anos desde seu último EP, Losing Touch é o novo material da Nosedive, banda de hardcore de Bauru-SP. São 5 faixas gravadas entre agosto e […]

Leia Mais

[Resenha] Medida provisória

Por: Marco Sartori No teatro de absurdos do Brasil de 2022, rir de nossas próprias desgraças é o melhor remédio. Com isso em mente, Lázaro Ramos adapta uma peça de […]

Leia Mais

[RELEASE] Mar de Lobos – Pancada

A banda de rock alternativo Mar de Lobos, lançou em abril de 2022 seu mais novo álbum intitulado “Pancada”. O álbum aborda todo o contexto da consciência social, questões pessoais […]

Leia Mais